Um mundo onde caibam muitos mundos: zapatismo e rojava, comunas do presente

“Por um mundo onde caibam muitos mundos” é um dos enunciados políticos mais impactantes de nossa história recente. Se em 1871, as ruas foram ocupadas pelos communards, hoje temos experiências variadas de revolta e revolução dos povos, casos de rojava e dos zapatistas. Experiências que conectam tanto a solidariedade entre os povos do mundo, quanto a descentralização política. Para este debate convidamos Caio Nunes e Leila Saraiva. A mediação será realizada por Erahsto Felicio, da Teia do povos, que lançou recentemente o livro “Por terra e território” em parceria com o Mestre Joelson.

Caio Nunes é professor da rede publica do estado de SP, cientista social, mestrando no ppg em ciencias sociais da unesp/ffc de Marília.

Leila Saraiva é doutoranda em antropologia pela Universidade de Brasília. pesquisando do os efeitos de 2013 no imaginário político dos movimentos libertários a partir de etnografia junto a coletivos do Movimento Passe livre. Autora do Livro: Não leve flores: crônicas etnográficas junto ao Movimento Passe Livre-DF. Militante do MPL-DF, morou em Chiapas atuando em projetos de solidariedade aos zapatistas entre 2007 e 2008.

Erahs Felicio é professor da educação básica e faz a frente na Divisão de Comunicação da Teia dos Povos

Quando

20/03/2021 às 21:00

Convidados

Caio Nunes

Leila Saraiva